CARAS Brasil
Busca
Facebook CARAS BrasilTwitter CARAS BrasilInstagram CARAS BrasilYoutube CARAS BrasilTiktok CARAS BrasilSpotify CARAS Brasil
Cinema / UAU!

Eduardo Sterblitch fica irreconhecível em filme e define personagem: 'Asqueroso'

Eduardo Sterblitch interpreta versão cruel do diabo ao lado de grande elenco em Grande Sertão, filme inspirado na obra de Guimarães Rosa

por Mariana Arrudas
[email protected]

Publicado em 19/06/2024, às 17h15

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
O ator Eduardo Sterblitch - Foto: Reprodução/Instagram @sterblitch
O ator Eduardo Sterblitch - Foto: Reprodução/Instagram @sterblitch

Eduardo Sterblitch (37) encarou um grande desafio ao topar interpretar Hermógenes em Grande Sertão, filme brasileiro que está em cartaz nos cinemas. O artista garante que, além da dificuldade das falas inspiradas no texto de Guimarães Rosa (1908-1967), não foi uma tarefa tranquila dar vida a versão do diabo.

"Eu sou uma pessoa muito fofa, o maior desafio foi conseguir trazer o máximo de maldade que eu poderia sentir para transformá-lo nesse bicho asqueroso", afirmou Eduardo Sterblitch, durante a coletiva de imprensa de lançamento do filme. O evento aconteceu em São Paulo e a CARAS Brasil esteve presente.

Sterblitch diz que foi difícil conseguir acreditar que a violência absurda do personagem é possível e existe no mundo. Além dos sentimentos cruéis, ele também comenta o fato de ter ficado irreconhecível nas telonas do cinema, com a caracteziação.

Leia também: Luis Miranda recorda ajuda de Caio Blat em bastidores de filme: 'Facilitou'

"Eu sabia que era eu [risos], mas ele é o mau mesmo. Ele atravessa", explica. "É um diabo que a gente fica se sentindo abismado todo dia, pensando: 'Como ser humano consegue ser tão cruel diariamente? Não é possível isso'. E ele consegue ser essa energia humana que estraga, que está ali para atrapalhar. Que tem felicidade em não sentir nada, em sentir prazer na destruição."

VEJA FOTOS DE EDUARDO STERBLITCH COMO HERMÓGENES

Foto: Helena Barreto
Foto: Helena Barreto
Foto: Helena Barreto
Foto: Helena Barreto

Além disso, o ator afirma que outro desafio foi encarar um arquétipo que já foi representado diversas vezes por diferentes artistas. "Tem vários tipos de diabo, é um arquétipo que já foi muito feito. Me deu esse medo também de enfrentar isso, já vi muita gente fazendo o diabo de muitas formas. Descobrimos junto, no processo, que esse diabo era o da violência, da morte, da dor."

O artista ainda recorda que, durante os ensaios, ele e o elenco costumavam errar bastante as falas, a maioria feita em versos e rimas. "Erramos muito, tem o negócio do erro. Tinha frase que a gente errava, errava e errava. Eles deixavam também a gente errar, porque o ensaio é para isso."

Dirigido por Guel Arraes (70) o filme Grande Sertão transpõe para o cinema a obra Grande Sertão: Veredas de Guimarães Rosa. Gravado no ano de 2021, o longa-metragem ainda conta com nomes como Luisa Arraes, Rodrigo Lombardi, Caio BlatMariana Nunes, e Luellem de Castro no elenco.

CONFIRA PUBLICAÇÃO RECENTE DE EDUARDO STERBLITCH NO INSTAGRAM: