CARAS Brasil
Busca
Facebook CARAS BrasilTwitter CARAS BrasilInstagram CARAS BrasilYoutube CARAS BrasilTiktok CARAS BrasilSpotify CARAS Brasil
Música / Bastidores

Joanna conta que viúva de Gal Costa afastou a cantora dos amigos: 'Blindada'

Amiga de longa data de Gal Costa, a cantora Joanna relatou o afastamento entre as duas após a relação da artista com Wilma Petrillo

por Rafaela Oliveira

Publicado em 18/04/2024, às 14h25

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Joanna e Gal Costa - Foto: Reprodução / YouTube / Instagram
Joanna e Gal Costa - Foto: Reprodução / YouTube / Instagram

Mais um capítulo envolvendo a vida de Gal Costa veio à tona. Após o filho único da artista alegar que possuía dúvidas em torno da causa de sua morte, a cantora Joanna, amiga de longa data da rainha da MPB, revelou o que a fez passar os últimos anos afastada da colega de profissão.

Em entrevista ao podcast 'Papagaio Falante', de Sérgio Mallandro, Joanna explicou que a relação de Gal com Wilma Petrillo foi o principal motivo do distanciamento não só entre as duas, mas também da cantora com outros amigos. Além do relacionamento amoroso, a viúva era empresária da artista.

"A gente se chamava de comadre, tínhamos uma relação de amizade muito antiga. E logo quando ela começou com essa pessoa como empresária, a coisa começou a ficar muito difícil entre todas nós que nos dávamos e tínhamos uma amizade muito grande com Gal", declarou Joanna ao programa.

"A Gal era uma pessoa muito dócil, muito amiga, uma pessoa encantadora, uma grande amiga mesmo e a gente começou a ter dificuldade nesse relacionamento, por conta de uma blindagem. Houve uma blindagem muito grande em relação a todos os amigos que cercavam Gal por essa pessoa [Wilma] que começou a capitanear e empresariar a Gal", completou.

De acordo com Joanna, Gal Costa se mudou para São Paulo contra sua própria vontade. "Uma cidade que ela não gostava, todo mundo sabia disso, ela amava o Rio de Janeiro, e tudo corroborou para o que aconteceu. Ela ficou totalmente blindada. A gente tentou falar várias vezes, se comunicar, mas era quase impossível. Houve essa impossibilidade", afirmou a famosa.

Vale lembrar que em julho de 2023, uma reportagem publicada na Revista Piauí já havia revelado que Wilma Petrillo teria afastado Gal Costa de amigos próximos. A cantora faleceu em novembro de 2022 em sua residência, em São Paulo, e não foi levada ao IML. Em sua certidão de óbito consta morte por parada cardíaca e câncer.

Viúva de Gal Costa rebate acusações de agressão contra a cantora

O embate na Justiça entre o filho de Gal Costa (1945-2022) e a viúva da cantora ganhou mais um capítulo. Wilma Petrillo se pronunciou mais uma vez a respeito do assunto e rebateu as acusações, feitas por Gabriel Costa, de que teria agredido a artista.

Em entrevista ao Estadão, a viúva de Gal explicou que as duas possuíam alguns conflitos, mas garantiu que nunca houve qualquer tipo de agressão durante os anos em que viveram juntas. "Às vezes, divergíamos em algumas coisas. Exemplo: eu gosto desse copo. Ah, mas eu não gosto. Agora, tumulto? Briga de bater? Jamais. Te juro. Nunca ocorreu", declarou.

"Eu não sou desse tipo. Gal muito menos. Eu iria bater em Gal por que? Porque eu a achava feia, gorda, burra, que não cantava? É de uma estupidez dizer uma coisa dessas... As empregadas podem testemunhar. Aliás, minha empregada se ofereceu para testemunhar", completou Wilma Petrillo.

Na sequência, ela ainda contou que se considera mãe de Gabriel Costa. De acordo com o jovem de apenas 18 anos, Gal Costa e Wilma não tinham uma união estável de fato como ela afirma. "Nosso casamento era público. Gal era uma pessoa pública. Eu não, pois sempre me recolhi. Ele sabia mesmo. Eu e Gal usávamos aliança. Ele percebeu que nossos anéis eram iguais", disse.