CARAS Brasil
Busca
Facebook CARAS BrasilTwitter CARAS BrasilInstagram CARAS BrasilYoutube CARAS BrasilTiktok CARAS BrasilSpotify CARAS Brasil
Atualidades / Último encontro

Filho mais velho de Chrystian recorda último encontro com o pai

Filho de Chrystian, Flávio Andrade relembrou último contato com o pai antes de seu falecimento: "Lembrança que eu vou guardar para o resto da vida"

Daniela Damasceno, sob supervisão de Priscilla Comoti
por Daniela Damasceno, sob supervisão de Priscilla Comoti

Publicado em 21/06/2024, às 18h45 - Atualizado às 19h21

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Chrystian - Foto: Reprodução / Instagram
Chrystian - Foto: Reprodução / Instagram

Em entrevista ao programa Tá na Hora, do SBT, o filho mais velho do sertanejo, Chrystian, ex-dupla de Ralf, relembrou o último encontro que teve com o pai, que faleceu na última quinta-feira, 20, vítima de um choque séptico. Flávio Alexandre compartilhou que melhorou a relação com o cantor há cerca de três anos e teve o primeiro momento a sós com o pai há pouco tempo.

Durante o bate-papo, o rapaz ressaltou que sempre tentou se aproximar do pai, mas sentia que era impedido de manter a relação com o artista. "Ele me avisou: ‘Estou em Goiânia’. Eu cheguei no hotel e fiquei umas duas horas com ele dentro do quarto", iniciou.

"Tem uns dois ou três anos, no máximo, conversamos sobre tudo, me deu algumas dicas em relação à música, é uma lembrança que eu vou guardar para o resto da vida, porque foi a primeira vez que ficou eu e ele", finalizou Flávio.

Além de Flávio, que era fruto de um antigo relacionamento do sertanejo, Chrystian teve dois filhos com a esposa Key Vieira: João e Lia, que estavam no velório do pai.

Filho mais velho de Chrystian revela motivo para não ter ido ao velório do pai

O velório e sepultamento do cantor sertanejo Chrystian aconteceu na quinta-feira, 20, e um dos filhos dele, Flávio Andrade, de 51 anos, não foi se despedir do pai. Em entrevista na TV Anhanguera, ele contou o motivo para ter faltado no último adeus.

O homem contou que recebeu a notícia da morte de Chrystian durante a madrugada, mas não conseguiu providenciar a viagem até São Caetano do Sul para se despedir, já que mora em Goiânia, Goiás.

Em outra entrevista, desta vez ao programa Tá na Hora, do SBT, Flávio contou que não era muito próximo do pai. "O contato era muito pouco, porque infelizmente, no meio artístico, para o artista até chegar perto de família, tem sempre alguém para atrapalhar. Não só da produção, até a própria família atrapalha você encontrar com o pai. Eu tinha pouco contato com ele, às vezes que a gente conseguiu nos aproximarmos, era de muita felicidade, de muita alegria. Uma relação até boa, embora poucas, as poucas foram legais e calorosas", afirmou ele.

Ele ainda contou que nasceu quando Chrystian tinha 19 anos de idade. "Até meus três anos de idade a minha mãe ia para São Paulo, me levava, depois voltava de novo. Depois nos afastamos, nos reaproximamos, fui pra casa dele, do meu tio, e depois nos afastamos de novo. Depende de quem esta do lado", afirmou.